Universidade no Quilombo

Projeto de Intervenção Metodológica no Quilombo

PROJETO DE INTERVENÇÃO METODOLÓGICA NO QUILOMBO: EDUCANDO E APRENDENDO COM OS RECURSOS NATURAIS QUILOMBOLA

 

O Projeto de intervenção metodológica no quilombo: “educando e aprendendo com os recursos naturais quilombola”, vinculado ao PAPIM, da Universidade Federal do Pará/Campus Universitário de Castanhal, vinculado à Faculdade de Pedagogia, surgiu depois das avaliações feitas, em 2011, nos projetos “Intercâmbio quilombolas-universidade”; “Histórias, memórias e meio ambiente quilombola”; “Brinquedos, brincadeiras e recursos naturais quilombolas” e “Biblioteca quilombola”, dentro do Programa “Universidade no quilombo”, que visavam o desenvolvimento de atividades de extensão e pesquisa no quilombo Itaboca, Município de Inhangapi-Pa, e nos quilombos dos municípios circunvizinhos ao Campus da UFPA. A avaliação apontou que muitos alunos passaram a interagir mais na comunidade e na escola, participando de diversas atividades de maneira desinibida e criativa.

 

O presente projeto se propõe continuar as ações já realizadas na comunidade Itaboca; o recorte enfocará as intervenções metodológicas que utilizam os recursos naturais locais existentes no quilombola para melhorar a qualidade de vida dos quilombolas do Nordeste do Pará, a serem desenvolvidas através de atividades como visitas programadas de acadêmicos ao quilombo; sondagem e levantamento (observação, descrição, e relatos de fatos, histórias e “causos”, mitos, lendas e estórias dos quilombolas); uso dos recursos naturais por meio de “oficina de brinquedo”; “oficina de brincadeiras”; “oficina de confecção de brinquedo com recursos naturais”; “oficina de brinquedo reciclado”; campanhas de meio ambiente diretamente no território quilombola.

 

Assim, ao mesmo tempo em que a Universidade amplia o grau de abrangência à comunidade, através do ensino, da pesquisa e da extensão, atende ao pré-estabelecido pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação, nova LDB, principalmente no tocante a Lei 10.639/03, e ao que se refere ao Plano Nacional de Implementação das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnicorraciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana.

Buscar no Site

Parceiros